Saúde apresenta relatório do 3º quadrimestre de 2020 na Assembleia Legislativa do Tocantins

O trabalho realizado pelo Laboratório Central do Tocantins e o esforço da Pasta para garantir assistência à população foram destaque na reunião

Mariana Ferreira/Governo do Tocantins

O Secretário de Estado da Saúde, Dr. Edgar Tollini, apresentou nesta quinta-feira, 29, o Relatório Detalhado do 3º Quadrimestre de 2020 para a Comissão de Finanças, Tributação e Controle, da Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins, presidida pelo deputado estadual, Olyntho Neto (PSDB).

Dentre os principais avanços destacados no relatório está o abastecimento de materiais e medicamentos na rede hospitalar. O Estado fechou o ano de 2020 com índices de 73,30% de abastecimento com insumos medicamentosos e 80,11% com materiais hospitalares.

“O Tocantins está fora do radar do Ministério da Saúde sobre a falta de oxigênio em hospitais regionais. Sabemos que há, por conta da alta demanda, dificuldades, principalmente sobre kits intubação, mas estamos trabalhando e buscando ferramentas para garantir assistência aos pacientes. Somos o único estado da região Norte que não entrou em colapso. Inclusive, recebemos em 31 de janeiro, pacientes oriundos do Amazonas”, enfatizou Tollini.

O trabalho realizado pelo Laboratório Central do Tocantins também foi destaque. No quadrimestre apresentado, o Lacen/TO realizou 125.518 análises laboratoriais RT-PCR. Tal capacidade, já ampliada no ano de 2021, foi comemorada por Edgar. “Fomos reconhecidos pelo Ministério da Saúde como o laboratório referencial da região norte, com capacidade de analisar mais de duas mil amostras por dia”.

Repasses

No ano de 2020, o Ministério da Saúde repassou ao Tocantins R$ 271.630.861,51. Deste valor, 62%, ou seja, R$ 169.645.812,45, foram destinados aos 139 municípios. O restante, 38%, o que corresponde a R$ 101.985.049,06, foram recebidos pela Secretaria de Estado da Saúde.

Tollini ressaltou o comprometimento do Estado com as gestões municipais de Saúde e o investimento feito para melhorar a qualidade do atendimento. Conforme relatório, em 2020, 15,94% da receita arrecadada pelo Tocantins foi destinada à saúde, um total de R$ 1.184.998.102,90, valor superior ao que havia sido previsto.

Vigilância

Os Indicadores de Vigilância em Saúde apontaram dados positivos quanto à meta de cura dos casos novos de hanseníase, como também, de casos novos de tuberculose pulmonar com confirmação laboratorial, no 3º quadrimestre de 2020. Além disso, o Tocantins avançou em ações sobre os contatos examinados dos casos novos de hanseníase, ampliou o ciclos de visitas domiciliares para controle da dengue e superou a meta de cobertura populacional estimada pelas equipes básicas de Saúde Bucal.

Já os Indicadores de Atenção à Saúde Materno-infantil demonstraram índices positivos nas metas em casos novos de sífilis congênita em menores de 1 ano de idade e na proporção de nascidos vivos de mães adolescentes de 10 a 19 anos. 

Questionamentos

Ao final da apresentação, os parlamentares aproveitaram a presença do secretário de estado da Saúde, Dr. Edgar Tollini, para fazer questionamentos sobre diversos temas, além da prestação de contas. O secretário discorreu sobre a gestão da saúde, enfrentamento da Covid-19, plano de vacinação, recursos aplicados e ainda, sobre o planejamento da Pasta para os próximos meses. “Prezamos pela transparência e estamos sempre à disposição dos parlamentares, bem como de toda a população tocantinense, para expor todas as questões referentes à saúde”, explicou o gestor.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar