Gurupi debate Evasão Escolar e a Garantia de Direitos de Crianças e Adolescentes

Na manhã desta quinta-feira, 04, agentes públicos, e representantes de entidades da sociedade civil organizada participaram de um seminário que apresentou e discutiu a metodologia da Busca Ativa Escolar, uma plataforma acessível e de graça, desenvolvida pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e que ajuda municípios a combaterem a exclusão escolar. O evento foi realizado pela Prefeitura de Gurupi por meio da Secretaria Municipal da Educação como passo inicial para o engajamento e articulação de ações conjuntas que garantam de forma integral o direito de crianças e adolescentes e que levam Gurupi a cumprir as exigências para conquista do Selo UNICEF.

Presente no seminário, a Prefeita de Gurupi, Josi Nunes enalteceu a importância da realização de um trabalho integrado. A gestora convocou agentes públicos de outros setores como o da Saúde para atuação em conjunto, citou os agentes comunitários de saúde, Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS), e redes de apoio às famílias para que as crianças em Gurupi, longe da escola, sejam localizadas e reiteradas ao ambiente escolar.

“Nós temos em todo país inscritos no Selo Unicef mais de dois mil municípios, e desejamos no final de todo esse processo sermos contemplados com esse reconhecimento, e vamos em busca de atingir os indicadores, pois, não basta só termos aderido, e dizer que iremos trabalhar com políticas públicas em defesa da criança e do adolescente. A adesão é só o primeiro passo, agora sim, é que teremos o nosso grande desafio. Em todas as áreas em que nós pudermos trabalhar com crianças e adolescentes tem que haver um comprometimento. Esse compromisso da gestão com as pastas é que irá fazer toda a diferença”, disse a Prefeita. 

Até 2019, ano do último censo escolar, Gurupi tinha mais de 160 alunos evadidos das escolas. “A adesão do município de Gurupi ao Selo Unicef não é uma novidade, mas nós vivemos agora, com a pandemia, uma situação muito complexa. Já tínhamos muitas situações desafiadoras com relação à evasão escolar e com o período pandêmico precisamos intensificar as ações. É muito importante que todas as redes intensifiquem o trabalho de busca e resgate das crianças e jovens fora da escola. A busca ativa sendo parte do selo é o momento em que as escolas se engajam na busca pela permanência do aluno na escola”, explicou Amanda Costa, Secretária da Educação de Gurupi. 

SELO

O seminário teve o objetivo ainda de mobilizar e sensibilizar, e consolidar a rede de colaboração para o desenvolvimento de ações em parceria. Além do combate à exclusão escolar, a iniciativa busca traçar estratégias para a garantia do direito de crianças e adolescentes em outras áreas. “Esse é um instrumento de fortalecimento de políticas públicas em áreas centrais para realizações de ações intersetoriais como assistência social, educação, saúde, esporte e cultura para que de forma conjunta trabalhem visando a garantia de direitos de meninas e meninos de cada município brasileiro, e trazendo impactos concretos a longo prazo”, disse Maria José Leite, articuladora do Selo Unicef no município.

“Aqui trabalhamos um tema fundamental que é a Educação, que é só um dos desafios, mas temos muito e muitos outros a superar. E a evasão escolar, principalmente depois da pandemia, é um problema que precisa ser muito considerado. É nossa responsabilidade fazer um trabalho integrado com toda a rede e todas as secretarias”, concluiu Josi Nunes.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar