Fora da Escola Não Pode: mobilização envolve comunidade escolar do Aureny III

A Secretaria Municipal da Educação (Semed) de Palmas, em parceria com o Comitê Gestor do Programa Busca Ativa Escolar, realizou na manhã desta terça-feira 23, uma mobilização intersetorial junto à comunidade escolar do Jardim Aureny III, com o objetivo de combater a evasão escolar e conscientizar a população sobre a importância da presença e aprendizagem das crianças e adolescentes em sala de aula.

Conduzindo faixas e cartazes com a mensagem “Fora da Escola Não Pode”, alunos, equipe técnica da Semed e integrantes do Comitê Busca Ativa, a exemplo do Ministério Público Estadual, percorreram as ruas do bairro e distribuíram panfletos convocando a comunidade à participação, no ‘Dia D’ da mobilização.  

Para a secretária da Educação, Cleizenir dos Santos, a mobilização desta manhã foi um marco para todos os profissionais que atuam na rede municipal de ensino. “Não se faz educação sem criança na escola, e cabe a todos nós, poder público, comunidade escolar e famílias, promovermos ações e estratégias que despertem o interesse nos estudantes em voltar à sala de aula. Estamos acompanhando as frequências escolares e vamos realizar ações contínuas para combater a evasão escolar”.

Segundo o promotor de Justiça do Ministério Público Estadual (MPE), Argemiro Ferreira dos Santos Neto, com a realidade das vacinas para controle da pandemia e a vida retornando ao ‘normal’ é muito importante essa busca do aluno que ainda tem medo de voltar para a escola. “Esse movimento que fizemos aqui hoje, numa parceria entre escola, órgãos públicos e sociedade civil junto à população serviu para mostrar o quanto se perdeu com a escola fechada e o quanto temos a ganhar com esse retorno”, afirmou.

Conforme destaca a gestora política do Comitê Busca Ativa Escolar da Capital, Fátima Sena, a ação faz parte das estratégias adotadas pelo município também em busca do aluno que não retornou à escola, mesmo após as unidades educacionais estarem atendendo 100%. “Nós ainda temos algumas evasões, algum tipo de abandono e essa estratégia é para mobilizar e multiplicar essa ação junto a toda sociedade”.

Segundo Sena, todas as ações do Busca Ativa Escolar, realizadas em Palmas, são executadas por meio de um trabalho intersetorial, com várias entes envolvidos, dentre eles, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Fundação Municipal da Infância e Juventude, MPE, órgãos civis e instituições religiosas que “lutam juntos para que a educação seja prioridade na formação das crianças e adolescentes”.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar