Governo do Tocantins realiza capacitação em panificação em Darcinópolis

“Essa é uma grande oportunidade para descobrir um novo talento. Agradecemos ao Governo do Tocantins pela oportunidade” afirmou Ana Luiza, moradora de Darcinópolis, que com apenas 18 anos já está a procura de novas oportunidades. A jovem está participando do Projeto Fornada com Talento, curso de capacitação em panificação, realizado pelo Governo do Tocantins, por meio da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas), em parceria com o município, entre os dias 29 de novembro  e 4 de dezembro.

As donas de casa, Maria Gercina e Maria Sônia, também moram em Darcinópolis e participam da capacitação no intuito de melhorar as chances de aumentar a renda e melhorar a alimentação da família. “Para mim vai ser uma forma de aumentar meu salário, mais uma renda”, afirmou Maria Gercina.  “Já eu, quero aprender a fazer pães e bolos, para melhorar a alimentação da minha família”, afirmou Maria Sônia. Elas também agradeceram pela  oportunidade de aprenderem uma nova profisssão.

Na capacitação, os alunos recebem aulas teóricas e práticas sobre como fazer pães, bolos e bolachas, entre outros produtos de panificação. O curso dá direito a um diploma.

Inclusão

As capacitações fazem parte da Política Pública de Inclusão Social, do Governo do Tocantins, com propostas de capacitar trabalhadores, em situação de vulnerabilidade, em diversas áreas, para fomentar a inclusão no mercado de trabalho.

Os recursos são oriundos do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza – Fecoep.

Segundo o gerente de Inclusão Produtiva da Setas, Raimundo Gonçalves, o Projeto Fornada com  Talento tem como propostas a capacitação para inclusão de  famílias vulneráveis, cadastradas nos Cras municipais, no mercado de trabalho, além de atender a uma demanda por pessoas capacitadas no setor de panificação.  

Cursos de Inclusão Produtiva 

Em 2019, antes da pandemia, o Governo do Estado, por meio da Setas, capacitou cerca de 3,5 mil pessoas, em 52 municípios  do Tocantins, com cursos nas áreas de panificação,  beleza e artesanato.  De acordo  com a Pasta, 60% dos alunos do projeto conseguem inserção no mercado de trabalho, após a finalização dos cursos.

O secretário da Setas, José Messias de Araújo, destacou que, ao retornar  com as atividades presencias, a meta é superar  o número de pessoas atendidas em 2019. “Nossa equipe é capacitada para atender a população dos 139 municípios. Com a diminuição da pandemia e a reestruturação do projeto, a previsão é atender cerca de 4 mil pessoas,  em todos os núcleos, capacitando-os para o mercado de trabalho”, destaca.    

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar