Mais de 200 animais silvestres foram recolhidos em Palmas pela Divisão Ambiental da GMP, em 2020

Iguana, jacaré, camaleão, gavião carijó, cobra jararaca, cascavel, jibóia, sucuri, tamanduá e porco espinho estão entre os mais de 200 animais silvestres que foram capturados ou recolhidos pela Divisão Ambiental da Guarda Metropolitana de Palmas (GMP), de janeiro a dezembro de 2021, na Capital.

De acordo com o chefe da Divisão Ambiental da GMP, Leônidas Castro, todos os animais que são recolhidos passam por avaliação e só são devolvidos ao seu habitat natural se estiverem em bom estado de saúde. “Os que estão doentes ou feridos são encaminhados para o Centro de Fauna do Tocantins (Cefau)”, concluiu.

Ainda de acordo com Castro, não é aconselhável que as pessoas capturem qualquer tipo de animal silvestre que esteja em áreas urbanas. “Eles podem causar danos, como mordidas ou arranhões, que podem ocasionar graves ferimentos, inclusive transmitir doenças”, disse, acrescentando que o correto é acionar a equipe da Fiscalização Ambiental da GMP por meio dos números 153 ou 190.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar