Dia de Campo mostra tecnologias e viabilidade econômica na integração Lavoura Pecuária

A Unidade de Transferência Tecnológica (URT) do Programa Integra Zebu instalada na propriedade Estância Nossa Senhora da Aparecida, localizada no município de Cariri do Tocantins, da produtora Ana Cássia Afonso Cunha, recebeu, nesta quarta-feira, 18, mais de 120 pessoas, entre eles produtores, técnicos e estudantes para o Dia de Campo sobre os resultados do programa na recuperação e manejo de pastagem.

Com assistência do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), por meio do Convênio Assistência Técnica para o médio produtor (AterMedio), a propriedade tem área total de 475 hectares (ha) destinada à pecuária de corte, e também aos cultivos irrigados de milho e mandioca. Para o desenvolvimento do Programa, a produtora destinou 2,3ha para o cultivo consorciado de milho e capim forrageira, visando à formação de pastagem.

O Programa Integra Zebu é fruto de uma parceria firmada entre o Ruraltins e a Associação Brasileira de Criadores de Zebu (ABCZ), visando à recuperação de pastagem por meio do sistema de integração Lavoura – Pecuária (ILP). Os trabalhos de planejamento iniciaram no ano passado, e foram executados no início deste ano.

O diretor de Ater do Ruraltins, Marco Aurélio Gonçalves Vaz, explicou que o projeto, além de resgatar todo o sistema produtivo na propriedade, traz grandes vantagens, como viabilidade econômica e ganhos ambientais para a propriedade. “Finalizamos com êxito o programa Integra Zebu na Estância Nossa Senhora Aparecida, com a realização desse Dia de Campo, onde foi abordado todo processo adotado na fertilização do solo, na implantação e condução desse experimento, e fechamos com a apresentação dos resultados por meio da análise econômica, trazendo informações aos produtores de como conduzir o sistema de integração lavoura pecuária em suas propriedades, as suas vantagens e as oportunidades que esse programa traz”, explicou o diretor de Ater do Ruraltins, Marco Aurélio Gonçalves Vaz.

“Na condução da área de 2,2 ha, com o plantio de milho e forrageira, nós tivemos uma produtividade de 80 toneladas de silagem por hectare, sendo o preço médio na região de R$ 330 por tonelada. Então a receita operacional por hectare ficou em R$ 26 mil, só na silagem, e a receita total em R$ 58 mil. Com os custos de R$ 12 mil/ha, tivemos uma receita líquida dentro desse sistema de mais de R$ 30 mil. Então, além de ter uma receita líquida real, tivemos ganhos também na fertilidade do solo e pastagem implantada, podendo entrar, a partir de agora, com o fator animal  no sistema”, completou o diretor.

Satisfeita com os resultados obtidos, a produtora Ana Cassia relatou as lutas que passaram desde quando adquiriram a terra e agradeceram o apoio do Governo por meio do Ruraltins. “Chegamos aqui quando era só mato, o cerrado estava na porta da casa, tentamos plantar arroz, mas tudo era muito difícil, partimos para a pecuária e hoje ver esse pasto formado é motivo de muita gratidão”, relatou.

O produtor rural, Alício Alves dos Santos, tem uma propriedade no município de  Aliança do Tocantins, e participou do encontro com a finalidade de conhecer e ter acesso às tecnologias aplicadas nesse programa e replicar na sua propriedade. “Estou aqui em busca de conhecimento na integração Lavoura Pecuária para poder levar para minha propriedade, e obter mais resultados. Quero aproveitar essa oportunidade e a assistência que o Ruraltins nos proporciona para melhorar a qualidade  e aumentar a produtividade na minha propriedade”, ressaltou.

Dentre os presentes estavam o vice-presidente do Ruraltins, Almir Batista, o vereador e presidente da câmara de Cariri,  professor Ederson; o professor Aurélio Vaz; os acadêmicos dos cursos de Agronomia da Universidade Federal do Tocantins (UFT) e do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), produtores rurais e técnicos dos escritórios locais do Ruraltins.

Dia de Campo em Araguatins

Nesta sexta-feira, 20, o município de Araguatins, região do Bico do Papagaio, no extremo norte do Estado, também receberá o Dia de Campo sobre o Programa Intega Zebu. O Encontro será na URT da Fazenda Campo Verde, com uma estação abordando o tema Integração Lavoura e Pecuária – Implantação e condução, ministrada pelo zootecnista do Ruraltins, Josevaldo Rodrigues Lima.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar